5 ações no planejamento de corrida que não podem faltar no ano novo

Veja como o planejamento de corrida é essencial para grnades resultados
5 minutos para ler

Balanço do prometido x cumprido, análise do quanto se dedicou ao trabalho, família, amigos… e treinos! Veja quais erros não cometer em seu planejamento de corrida no meses iniciais do ano, e decolar sua preparação para a nova temporada. 

Por mais cético que alguém possa ser – ou parecer – é quase impossível que a passagem de um ano não mexa de alguma forma no intuito de planejar novas metas, ou melhorias no que já está fazendo. E quando falamos de atividade física, esse é o período mais encorajador. Deixar aquele ano de treinos perdidos e quilos adquiridos para trás é realmente um grande impulso.

Mesmo aqueles que fazem exercício físico regularmente, assim como pessoas dando os primeiros passos, usam o período para projetar novas metas e sonhar com voos mais altos nos treinos. 

No treinamento de corrida, esse momento é tão importante que falhas nessa fase podem comprometer boa parte do ano. Por isso, separamos 5 ações no planejamento de corrida que todo mundo deveria seguir, desde o iniciante até os corredores mais experientes. 

1. Não pare de treinar no período de festas

O planejamento de corrida no ano que se inicia na verdade começa antes, no período de festas de fim de ano. Estamos falando desde as confraternizações de empresas até o celebrado Réveillon. A tentação de relaxar totalmente nesse mês, com a desculpa de “treinei muito o ano todo, e agora vou relaxar” é grande. 

Apenas em casos onde o corredor participará de corridas de rua no fim do ano, ou logo no início do ano novo, deve-se reduzir os treinos em intensidade e volume, mas de forma alguma pará-los.

Portanto, ficar 100% parado nesse período pode comprometer muito seu início de ano, demorando-se mais que o previsto para engrenar os treinos. O ideal? Se mantenha ativo, correndo. Treinos de corrida mais curtos no período é uma boa alternativa. 

2. Volte de forma gradual seu planejamento de corrida

Equilíbrio é a chave do treinamento físico. Da mesma forma que não se deve parar totalmente, voltar aos treinos com tudo nas primeiras semanas do ano também é um erro. E mesmo que seja uma pessoa disciplinada, o período festivo de fim de ano mexerá com a rotina em algum grau. 

Por isso, volte de forma gradual, não exagerando na intensidade e volume da corrida. Pode ser ajustes no descanso, na alimentação ou na regularidade dos treinos.  Nessa hora, contar com um treinador para ajudar a equilibrar cada ponto é sempre uma ótima alternativa.

3. Faça uma avaliação física 

Infelizmente são poucos os corredores que tem o hábito de fazer avaliações e reavaliações de forma regular. Esse é um dos pontos mais importantes no planejamento de corrida, pois vários aspectos como ajustar a postura na corrida, ou melhorar a velocidade do pace, podem ser descobertas através de uma avaliação física para corredores. 

Não sabe por qual começar? O teste ergométrico é fundamental e requisito básico para correr com mais segurança. Mas avaliações como o FMS, videofilmagem de corrida, ou uma análise de lactato podem fazer uma diferença brutal para definir suas faixas de treino, e melhorar a forma de correr. 

4. Comece seu planejamento de corrida com metas  

A principio, ter metas definidas para o ano ajuda muito a se manter focado desde o começo da temporada. Voltar do período de Natal e ano-novo e encaixar os treinos pode até ser motivante nas primeiras semanas. 

Porém, com o passar do tempo, se você não tiver definido claramente o que busca no treinamento de corrida, seja correr 10km pela primeira vez, ou quebrar seu recorde na meia maratona, a regularidade e dedicação tende a reduzir. 

Uma dica importante é colocar desafios menos difíceis no início do ano, quando o corredor ainda não está no seu ápice. A partir do segundo a terceiro mês, a tendência é que o condicionamento já esteja pleno para encarar grandes corridas de rua. 

5. Invista em atividades complementares 

Começo de ano é o momento exato de incluir ou aprimorar atividades que vão ajudar na corrida de rua. Dentre elas: 

  • Alongamento – um corpo mais flexível ajudará muito a ter um movimento de corrida mais leve, distribuindo melhor a força entre os músculos;
  • Alimentação – Precisa melhorar a suplementação para corrida? Tem avaliado o que você come pré treino? Precisa perder peso? Início do ano é muito importante para ajustar hábitos alimentares;
  • Fortalecimento muscular – Pilar essencial para os treinos. Pode ser musculação, treinamento funcional ou Crossfit, fortalecer é preciso. Ajuda na recuperação muscular, otimiza a performance, bem como retarda a fadiga;
  • Melhorar parte técnica – Investir em ajustes na postura na corrida, trabalhar melhor a coordenação e aprimorar educativos de corrida. São três pontos que podem transformar a forma como você corre;

Em resumo, ter um planejamento de corrida adequada depende de uma série de fatores, assim como organização para definir o momento certo de inserir cada mudança.

E você, ficou animado para criar ou ajustar seu planejamento de corrida para o ano que vem? Sentiu falta de algum outro ponto? Compartilhe com a gente! 

Você também pode gostar

Deixe um comentário