O que é deep running?

depp running o que é
3 minutos para ler

Todo mundo fala – corretamente – que a corrida é um esporte de impacto. Porém, correr na água também é possível, e eficiente. Conheça o que é o deep running e como ele ajuda sua corrida.

Buscar alternativas para um treino de corrida mais eficiente é algo natural para todo corredor de rua. Muitas vezes, isso é estimulado pelo treinador de corrida. Em outros casos, isso parte da própria pessoa.

E quando falamos de alternativas, as mais tradicionais são o fortalecimento muscular, ajustar e melhorar a postura na corrida, aumentar a flexibilidade e desenvolver a coordenação. Porém, uma atividade vem ganhando cada vez mais adeptos: o deep running.

Você sabe o que deep running?

Apesar do nome complicado, a atividade nada mais é que uma corrida na água. Utilizando um cinto amarrado a uma esteira aquática, ou utilizando um colete específico para a atividade, o corredor poderá realizar seu treino aeróbico “simulando” o movimento da corrida.

É importante destacar que para realizar esse tipo de treino não basta ter uma piscina e começar a simular o movimento. Apenas locais adequados, com acessórios específicos, farão com que a sua corrida na água seja realizada de forma eficiente, colocando o corpo na posição favorável para o treino, e permitindo a intensidade ideal.

Para que serve o deep running?

Agora que você sabe o que é o deep running, é importante entender o que ele tem de diferente frente às outras atividades, e quando inseri-lo em sua rotina pode ser uma ótima alternativa.

Manutenção do condicionamento aeróbico

A corrida, como sabido, é um esporte de impacto. Em geral, nosso corpo suporta a cada passada de 1,5 até 3 vezes o peso corporal. Portanto, para atenuar esse problema sem trocar de atividade, muitos corredores estão recorrendo ao deep running e buscando o prazer pela corrida no universo aquático.

Também não podemos esquecer que o treino na esteira também ajuda a reduzir esse impacto do pé no solo, bem como a diminuição do desgaste ósseo, articular e muscular.

Reduzir o desgaste muscular

Um dos principais benefícios do deep running é a redução do stress e desgaste muscular. Isso acontece porque em ambientes aquáticos não ocorre a frenagem, que é a ação de frear um movimento, também conhecida como fase excêntrica.

Quando estamos na água, o movimento e aplicação de força é constante, porém com menor exigência muscular. Portanto, com o deep running você consegue correr com um desgaste muscular muito menor.

Retorno pós-lesão

Lesões em corredores, principalmente em distâncias como meia maratona e maratona, infelizmente é algo recorrente. E quando falamos de técnicas de recuperação, elas passam em algum momento por evitar a corrida. 
Porém, essa orientação é decorrente do impacto, algo que não acontece no deep running. Dessa forma, o corredor consegue não apenas manter a atividade que mais gosta, bem como inseri-la como parte do treinamento.

Entendeu o que é o deep running e como ele pode ajudar sua corrida? Já teve a oportunidade de experimentar a atividade? Compartilhe com a gente e não deixe de conferir os programas da Runplace que pode ajudar sua corrida.

Você também pode gostar

Deixe um comentário