Corrida leve: será que ela ajuda na melhoria do corredor?

veja como a corrida leve tem muito mais vantagens do que imaginava
4 minutos para ler

No mundo dos corredores, existe a premissa que para chegar ao melhor resultado, deve-se dar o máximo. Mas e a corrida leve? Como ela se encaixa nesse conceito? Será que ela ajuda na evolução, ou deve ser usada apenas em momentos de cansaço? 

Correr de forma tranquila, olhando a paisagem e conversando com seu parceiro de treino, ou apenas encarar aquele treino de corrida sem exigir muito do corpo. Quem já teve oportunidade de fazer seu treino de corrida dessa forma, sabe o quanto isso proporciona uma sensação quase única.

Porém, muitos corredores tem uma visão equivocada sobre a corrida leve, acreditando que ela só deve ser realizada sob situação de cansaço, ou após treinos muitos desgastantes. Outros tem a visão que correr numa intensidade leve – conhecido popularmente como trote – tem apenas como o objetivo correr para “distrair” a cabeça, sem muita exigência.

Não é bem assim.

A corrida leve promove benefícios que vão muito além dos já citados. Ele é parte fundamental do treinamento de corrida, e é isso que vamos detalhar á partir de agora.

Afinal, o que é a corrida leve?

A corrida leve é avaliada de corredor para corredor, e tem uma relação direta com duas referências: percepção de esforço e percentual de frequência cardíaca

Percepção de esforço

Correr é, antes de mais nada, a busca  entender melhor seu corpo, e saber como ele reage em intensidades diferentes. E nesse objetivo, ter uma percepção de esforço correta é o primeiro passo.

Com o avanço de aplicativos para corrida e relógios de última geração, que medem desde pace médio até tempo de contato do pé no solo, muitos corredores passaram a menosprezar essa referência. Porém, ela ainda é uma das opções mais recomendadas.

A percepção de esforço, como o nome já diz, mostra de fato o grau de desafio do treino, aplicando a corrida mais adequada para aquela sessão, pois irá considerar sua condição do dia, e não alguma referência de pace prescrito anteriormente.

Frequência cardíaca

Outra excelente opção na prescrição de treinos, é considerada uma das mais corretas. Porém, de difícil aplicação.

Inicialmente, para que o treinador possa elaborar uma planilha de corrida, é necessário saber qual a frequência cardíaca máxima e possíveis zonas de treinamento do corredor. Isso é obtido através de um teste ergoespirométrico, já que o teste ergométrico se restringe a mapear menos informações.

Com essa avaliação em mãos, é possível definir o que seria uma corrida leve, moderada, e todas as outras faixas  recomendadas para correr. Mas atenção: o teste deve ser repetido de forma trimestral, ou no mínimo semestral, já que com a evolução as faixas com certeza sofrerão alterações.

Vantagens da corrida leve

Agora que já explicamos como encontrar a corrida leve  em suas sessões de treino, é necessário entender as vantagens, que vão além de simplesmente ser uma opção para dias em que o corredor estiver mais cansado.

Ajuda a melhorar a técnica de corrida

Um aspecto muito pouco falado da corrida leve. Quando corremos numa intensidade mais leve, o desgaste é menor, favorecendo uma observação maior da postura na corrida.

Posição de braços, cadência, respiração, tudo isso é melhor aplicado e sentido pelo corredor, e impacta diretamente na melhoria da velocidade e redução de lesões a médio e longo prazo.

Corrida leve aumenta a mobilização de gordura

Quando treinamos de forma mais intensa, proporcionalmente o gasto calórico será maior em comparação a um treino mais leve. Porém, correr de forma leve favorece uma maior e melhor captação de oxigênio, ajudando na mobilização e utilização da gordura.

Dessa forma, o corredor ficará muito mais eficiente em momentos de maior desgaste, pois conseguirá aplicar com mais eficiência o processo de respiração.

Acelera a recuperação do corpo

Conforme explicado, com a corrida leve o corredor consegue captar e utilizar o oxigênio de forma mais eficiente. Isso impacta diretamente no corpo, pois nutrientes e outras substâncias  serão utilizadas na recuperação física de forma muito mais rápida.

Viu como a corrida leve tem benefícios que talvez nunca tenha imaginado? Gosta de correr nessa intensidade? Compartilhe com a gente!

Você também pode gostar

Deixe um comentário